Fazer gestão do seu dinheiro em um só lugar, maior facilidade para contratar serviços, possibilidade de condições mais vantajosas… A lista de benefícios do Open Banking, esta revolução em curso do sistema financeiro, é bastante extensa. E tudo isso com os padrões de segurança mais elevados do mercado. Contudo, criminosos estão por aí, cada vez mais criativos, tentando ludibriar as pessoas para aplicar golpes. Por isso, hoje e sempre, é necessário tomar alguns cuidados básicos com os pontos listados a seguir:

O primeiro conselho, e talvez o mais antigo em termos de segurança de dados bancários, é em relação à senha: nunca, jamais, em hipótese alguma, um funcionário de banco perguntará qual é a sua senha na hora de solicitar novo cartão, confirmar compra, contratar empréstimo ou qualquer outra transação. Isso vale tanto para as modalidades tradicionais de serviços financeiros quanto para as novas trazidas pelo Open Banking (ou Open Finance).

A fim de evitar qualquer dor de cabeça futura, é fundamental que você não a compartilhe com ninguém, em qualquer situação.

Sabe aquela mensagem enviada ao seu celular via SMS ou WhatsApp dizendo que você ganhou um prêmio o qual você nem estava disputando? A chance de ser golpe é praticamente 100%. Se chegar algum link pedindo as suas informações pessoais, desconfie!

Verifique sempre o remetente de mensagens desse tipo (o BB, por exemplo, tem conta verificada no WhatsApp, com número oficial, e você pode salvá-lo na sua agenda para não ter erro). As facilidades do Open Banking permitirão que você contrate serviços personalizados de maneira mais fácil, em vários canais. Mas todas as instituições financeiras utilizarão seus meios de comunicação oficiais para contatar você.  

Publicidade

Aqui é um ponto de atenção especial para quem tem dúvidas sobre como funciona o Open Banking. Em essência, o sistema financeiro aberto busca facilitar o compartilhamento dos seus dados a fim de oferecer as opções adequadas à sua realidade. Mas é você que controla isso. Quem escolhe a finalidade e por quanto tempo os dados devem ser compartilhados será sempre o cliente. Então desconfie se alguém pedir os seus dados e usar o nome do Open Banking ou Open Finance para isso.

Quando você autoriza o compartilhamento de dados, as duas instituições envolvidas (a que vai receber e a que vai enviar os dados) se comunicam entre si, no ambiente seguro do Open Banking, para transmissão das informações. Ou seja, você não precisará informar esses dados para ninguém.

E, caso você receba alguma comunicação que solicite a sua atualização cadastral, faça isso sempre diretamente pelos canais oficiais: App BB, central de relacionamento, terminais de autoatendimento e agências bancárias.

As dicas acima servem para as tentativas de golpes mais comuns e ocorridas diariamente. Mas, como foi dito lá no começo, os criminosos estão, cada vez mais criativos. Vários utilizam técnicas de engenharia social* que podem parecer bastante convincentes. Desse modo, por padrão, esteja atento aos detalhes e desconfie das informações que chegarem inesperadamente, embora lhe pareçam factíveis. E, em dúvida, sempre busque ajuda nos canais de atendimento reconhecidos.

Ficou com alguma dúvida sobre a sua segurança? Conte aí nos comentários.

Comentários:

Seu e-mail não vai aparecer no comentário.

Carregando Comentários...