Chegou novembro e, com ele, a Black Friday, uma das datas comerciais mais aguardadas pelos varejistas e, claro, por muitos consumidores.

Mas você sabe onde e como surgiu a Black Friday?

Foi nos Estados Unidos, após a celebração do Dia de Ação de Graças (Thanksgiving), que acontece na última quinta-feira de novembro.

Por lá, as lojas remarcam os preços e oferecem descontos atraentes por apenas um dia, dando início à temporada de compras de Natal.

Com o sucesso alcançado, a data foi exportada para outros países, entre eles, o Brasil.

Qual a vantagem de comprar na Black Friday?

A principal vantagem de fazer compras nessa ocasião é poder adquirir um produto ou serviço por um valor menor que o usual. Isso, é claro, se de fato for um desconto real, aplicado para o período.

Para quem reservou dinheiro, pesquisou antes e sabe o que quer, pode ser uma ótima oportunidade. E o melhor: não é preciso nem sair de casa, pois a Black Friday se tornou definitivamente um momento para compras online.

É seguro comprar na Black Friday?

O grande volume de tentações e promoções dessa data reacende um alerta já conhecido: o da segurança cibernética.

Em um momento de euforia dos consumidores, diante de tantas ofertas imperdíveis, os criminosos aproveitam para aplicar os mais variados golpes.

Mas não precisa ficar preocupado!, É, sim, possível aproveitar as ofertas e fazer compras online com mais segurança.

Não caia em cilada, veja as dicas de segurança

Para aproveitar as ofertas da Black Friday sem dor de cabeça, confira as dicas abaixo:

1 – Não clique em links, abra sempre o site

Recebeu uma promoção ou indicação de loja por um link? Não compre (nem forneça nenhum dado) a partir dele. Muitas vezes, os criminosos replicam o site de uma loja verdadeira de forma idêntica, mas trata-se de uma página falsa, que pode roubar suas informações. Abra sempre o site original em uma aba nova do navegador, digitando no campo de endereço.

2 – Procure pelo cadeado

No topo esquerdo do navegador de internet, bem no começo da barra de endereço, verifique se há um símbolo de cadeado, seguido pelo código https://. Essa é uma indicação de que a conexão do site é segura – ou seja, é um ambiente onde seus dados não ficarão expostos, dificultando o trabalho de cibercriminosos.

3 – Baixe aplicativos de lojas oficiais

Pela mesma razão citada acima, só confie em um aplicativo que você baixou da loja, para não correr o risco de fraude.

4 – Pesquise a reputação da loja

Verifique a avaliação da empresa em sites que recebem reclamações de clientes, para investigar a qualidade do serviço. É possível fazer isso em páginas como Reclame Aqui, Procon ou Junta Comercial do estado. Em plataformas de vendas online com vários fornecedores, também é válido ver comentários e avaliações de clientes. Verifique se a empresa tem um canal de atendimento ao consumidor (SAC). Se não tem, desconfie!

5 – Atenção aos boletos

Ao receber por e-mail um boleto para pagamento de uma compra, atenção!

Verifique se é de uma compra realmente realizada por você. Verifique também se os primeiros dígitos do código de pagamento coincidem com o do banco que aparece como emissor do boleto.

Por exemplo, um boleto do Banco do Brasil sempre começará com 001.

Após entrar o código de barras, cheque as informações e confirme se todos os dados que estão no boleto conferem com os que aparecem na tela.

6 – Fique esperto com e-mails e redes sociais

Um dos golpes mais comuns na internet é o chamado phishing. Os criminosos lançam uma isca, por e-mail, redes sociais, SMS, falso site ou falso pop-up, inseridos em sites desprotegidos. Ao clicar nessas mensagens, a pessoa é induzida a preencher um cadastro, mas, na verdade, está fornecendo dados a fraudadores.

7 – Cuidado com promoções “imperdíveis”

Desconfie quando a oferta é muito atrativa, com preços bem abaixo de outras lojas. Sites fraudulentos costumam chamar atenção com ofertas irrecusáveis, para atrair cliques. Fique de olho em promoções boas demais para serem verdade, podem ser golpe!

8 – Prefira comprar com Ourocard-e

O cartão virtual é sempre preferível para compras online. O Ourocard-e é um cartão virtual, com os mesmos benefícios, serviços e características do principal, porém com utilização exclusiva para compras online. Se tiver qualquer problema, basta bloqueá-lo e solicitar a geração de um novo, sem ficar com o cartão físico comprometido.

O Ourocard-e pode ser solicitado pelo App BB ou pelo App Ourocard. Você o personaliza para o valor da compra desejada e ele gera um número de cartão, validade e código de segurança, para utilização imediata.

A Black Friday pode ser excelente para encontrar promoções e fazer bons negócios sem sair de casa. Mas, é importante estar sempre atento!

Agora, depois dessas dicas, que tal começar a preparar sua lista de compras?

Para mais orientações sobre segurança digital, acesse: Página do BB

Comentários:

Seu e-mail não vai aparecer no comentário.

Carregando Comentários...