Golpes aplicados via SMS para roubar dados não são novos, mas continuam fazendo vítimas.

Por meio do phishing (neologismo que vem da palavra fishing, pescaria em inglês), criminosos lançam iscas. Por exemplo, mensagens via SMS aparentemente reais para atrair a atenção e fazer com que a pessoa realize alguma ação – como informar dados pessoais, financeiros, senhas e números de cartões de crédito – ou até mesmo direcioná-la para sites falsos. Com os dados em mãos, o golpista pode tentar aplicar outros golpes bastante conhecidos, como o da Falsa Central Telefônica, do Falso motoboy, entre outros.

Está em circulação um golpe que utiliza mensagens falsas relacionadas a pontos de fidelidade.  O SMS afirma que o destinatário possui pontos a serem resgatados com urgência, pois estariam próximos do vencimento.

.

.

Ao clicar no link que acompanha o texto, o cliente é direcionado para uma página falsa e induzido a preencher alguns dados, como o CPF, o número da agência bancária e conta corrente, além da senha de 8 ou 6 dígitos ou até mesmo o número do celular.

Neste momento, o criminoso, que lançou a isca, consegue obter as informações desejadas. Para dar mais credibilidade ao golpe, o texto da mensagem muitas vezes fala sobre a necessidade de consentimento para coleta de dados, fazendo parecer que é realmente um site legítimo. Ao finalizar o preenchimento das informações, a página informa que os pontos do programa de fidelidade serão creditados em até 30 dias úteis, e é gerado um número de protocolo.  Tudo para você acreditar que está em uma página legítima.

O BB não encaminha este tipo de SMS, e programas de fidelidade não enviam mensagens pedindo informações bancárias. Caso você receba algum SMS suspeito, encaminhe-o gratuitamente via celular para 7726. O número não foi escolhido por acaso: ele forma a palavra SPAM no teclado numérico do celular. Desta forma, a operadora de telefonia pode realizar o bloqueio do número de telefone utilizado para aplicar o golpe.

Além disso, encaminhe a mensagem suspeita para o e-mail abuse@bb.com.br. Assim, a área de prevenção de fraudes do BB pode tomar medidas junto aos serviços de hospedagem e provedores de acesso e conteúdo na internet. Somente em 2021, foram derrubadas mais de 8 mil páginas falsas a partir de apontamentos de clientes e funcionários no abuse.

Para mais informações sobre segurança digital, acesse a página do BB. Não deixe ainda de acompanhar as matérias de Segurança Digital do Blog para conhecer os golpes mais comuns e saber como se proteger deles.

Gostou do conteúdo? Deixe o seu like e compartilhe com amigos e família para se protegerem e não caírem nas armadilhas.

Comentários:

Seu e-mail não vai aparecer no comentário.

Carregando Comentários...